O Superior Tribunal de Justiça reconheceu à companheira o direito à totalidade da herança do morto, incluídos os bens adquiridos antes do início da união estável. O entendimento é que ...