O Decreto Federal nº 10.828/2021, publicado no dia 04 de outubro de 2021, regulamenta a Cédula de Produto Rural (CPR) e busca trazer vantagens para o produtor rural que preservar a vegetação nativa, tornando-se, também, uma forma alternativa de investimento para o produtor.
O decreto instituiu a chamada CPR Verde, que busca estimular o produtor rural a adotar medidas de preservação ambiental, aumentando assim as Florestas Nativas e seus biomas.

Desta forma, ao manter o projeto ambiental, o produtor poderá emitir o título, que deverá ser certificado, para negociar com empresas e instituições que pretendam compensar a emissão de carbono ou proteger determinada área de interesse da biodiversidade, prestigiando assim a queda na porcentagem de desmatamento e nas emissões de gases de efeito estufa, bem como o aumento de recursos hídricos.

A CPR Verde será uma forma de pagamento por serviços ambientais, e constitui um marco para o financiamento do desenvolvimento sustentável, que deve iniciar sua expansão no país. O Ministério da Economia tem uma estimativa que este mercado poderá movimentar cerca de 30 bilhões de reais em quatro anos.